Com o campeão olímpico Arthur Zanetti, que fez solo, argolas e salto, o time competiu seu primeiro torneio preparatório ao Mundial, que também será nesta cidade alemã, em outubro, e é classificatório para os Jogos Olímpicos de Tóquio

54388202_2104621712919163_5269230831246770176_n

 

São Caetano do Sul – O campeão olímpico Arthur Zanetti avaliou como positivo o 4º lugar obtido pelo Brasil na EnBW DTB-Pokal Team 2019, primeira competição por equipes deste ano pré-olímpico, preparatória para o Mundial de Ginástica Artística, de 4 a 13 de outubro, em Stuttgart, na Alemanha, mesma cidade em que o Brasil competiu neste domingo (17/3).

Na decisão, a seleção brasileira ficou em quarto, com 166.263 pontos, atrás de Rússia (170.995), Alemanha (168.162) e Japão (168.065), os três primeiros, e à frente de Itália (162.897) e Espanha (157.897). Na qualificação, o Brasil foi terceiro.

“Fiz solo, foi bom, gostei da série, cravei e tirei 14.166. Nas argolas fiz 15.033, melhorou a nota em relação a qualificação, e salto 14.300. Fomos bem na competição. Não teve queda, mas cometemos alguns erros grandes na final e isso comprometeu o resultado. Mas a equipe está de parabéns, todo mundo deu o seu máximo e agora é trabalhar para melhorar.”

A seleção competiu na Alemanha com os ginastas Arthur Zanetti (Serc/Santa Maria, de São Caetano), Bernardo Actos Miranda, Caio Souza, Francisco Barreto Junior e Tomas Rodrigues Florencio.

O técnico Marcos Goto disse que o grupo saiu fortalecido da competição da Alemanha e ciente de que precisa treinar mais. “O que é mais importante para se chegar ao triunfo? A resposta é: Treinar a cada segundo de cada dia como se fosse o último segundo para alcançar o objetivo. Parabéns a delegação brasileira aqui e no Brasil. Saimos mais fortes, cientes de que precisamos treinar mais.”

Serão nove os lugares por países em disputa para os Jogos de Tóquio/2020 no Mundial e a seleção brasileira masculina quer um deles, segundo Zanetti, para repetir a Olimpíada do Rio/2016 quando o país classificou uma equipe completa pela primeira vez na história da ginástica masculina.

Os Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru, em agosto, serão o teste final da seleção masculina por equipe. “O objetivo é termos a melhor equipe. China, Japão e Rússia já estão classificados e sobram nove vagas olímpicas para serem definidas no Mundial”, disse o treinador Marcos Goto. “Para o Arthur, a meta é fazer a melhor performance individual possível para ajudar a equipe. A prioridade do ano é a equipe, classificar a equipe para a Olimpíada”, acrescentou.

Arthur Zanetti é atleta da SERC/São Caetano, tem patrocínio da adidas, Caixa, FAB e Bolsa Atleta do Governo Federal e apoio da Spieth e Eurotramp.

Saiba mais: www.facebook.com/ArthurZanettiOficial e https://instagram.com/arthurzanetti.