O ginasta fará argolas, solo e salto na disputa por equipes, que tem classificatória neste domingo (25/10), na Arena The SSE Hydro, em Glasgow

FIG AG World Championships 2015 | BRAZIL TEAM | MAG Podium Training | Photo: RicardoBufolin/CBG

Arthur se prepara para o principal desafio: qualificação é o primeiro passo

São Caetano do Sul – Para Arthur Zanetti, o desafio do 46º Mundial de Ginástica Artística de Glasgow, na Escócia, começa com a disputa por equipes. O campeão olímpico, mundial e pan-americano das argolas se apresentará no solo e no salto, além das argolas, buscando notas altas em suas séries para somar os pontos que o Brasil precisa. O objetivo é estar na final, entre os oito primeiros que asseguram vaga para seus países nos Jogos Olímpicos do Rio, em 2016. Na qualificação por equipes, neste domingo (25/10/2015), o Brasil está no subdivisão 1, com Grã-Bretanha e Porto Rico, em disputa que terá lugar na The SSE Hydro, das 6h15 às 9h25 (a final por equipes masculina será no dia 28, quarta-feira).

“É isso. A meta é estar nessa final por equipe. Aí sim, já fizemos o nosso papel no Mundial! E, então, cada um pensa no seu resultado individual. Eu vou querer um bom resultado nas argolas, mas a equipe terá de estar em primeiro lugar porque queremos essa vaga para o Brasil”, ressalta Arthur Zanetti. O Mundial, que começa nesta sexta-feira com a qualificação feminina por equipes, termina no dia 1º de novembro, com as disputas individuais por aparelhos.

A qualificação olímpica passa por Glasgow – 98 mulheres e 98 homens vão competir no Rio. Os oito primeiros qualificados – ou seja, os países que forem à final por equipe – garantem vaga. Os colocados entre o nono e o 16º lugares asseguram presença no Evento Teste de abril de 2016, no Rio, quando mais quatro vagas estarão em disputa. No último Mundial, em Nanning (CHN), em 2014, o Brasil obteve o inédito sexto lugar (263.562 pontos), mas ali não havia uma disputa tão acirrada quanto a que a seleção encontrará em Glasgow. Antes disso, a melhor colocação era o 13º lugar de Tóquio/2011. Na competição individual, os medalhistas garantem vaga se o Brasil não se classificar por equipe.

“Vamos tentar repetir o feito do ano passado, que é ficar entre os oito primeiros países por equipe. Eu tenho me esforçado para fazer bem os outros aparelhos e também as argolas para sempre somar a melhor nota possível para a equipe”, afirma Arthur.

Marcos Goto: 'A classificação é nosso objetivo'

Marcos Goto: ‘A classificação é nosso objetivo’

A seleção tem Arthur Nory Mariano, Arthur Zanetti, Caio Souza, Francisco Barretto Júnior, Lucas Bitencourt, Péricles da Silva e Diego Hypolito, na reserva. Os generalistas, que disputarão todos os aparelhos, são Lucas Bittencourt – companheiro de clube de Arthur Zanetti na Serc/Agith, de São Caetano -, Arthur Nory, Caio Souza e Chico Barreto. Zanetti compete nas argolas, solo e salto, e Péricles no cavalo com alças, barra fixa e paralelas.

Arthur Zanetti parou por um tempo o seu curso de Educação Física, na Universidade de São Caetano do Sul (UNISCS), e, juntamente com o técnico Marcos Goto e o seu colega de clube Lucas Bitencourt, que também vivem na região do ABC, em São Paulo, passou a temporada no Rio, para cumprir a agenda de treinamentos da seleção brasileira, longe de São Caetano, a cidade onde treina, e da família e amigos. “Esse ano não tinha jeito, era necessário”, explica.

Todos querem a vaga olímpica

O técnico Marcos Goto, também campeão olímpico e mundial com Arthur, com quem trabalha desde que o ginasta tinha 9 anos, também aponta a classificação olímpica como meta. O Brasil nunca classificou uma equipe masculina completa para uma edição olímpica e esse grupo busca o feito inédito. “A seleção foi preparada para conseguir o melhor que puder em termos de posição”, frisa Marcos. “Individualmente, para o Arthur? É fazer o melhor que ele puder pela equipe. Esse é o nosso objetivo.”

Acompanhe o Mundial de Glasgow

Arthur Zanetti é atleta da SERC/Agith/São Caetano, tem patrocínio da Caixa, Bergamini, Embratel Claro e adidas e apoio de Furnas, Ibramed, Spieth, Eurotramp, COB, CBG e Bolsa Atleta/Ministério do Esporte.