O campeão olímpico nas argolas competiu ao lado dos companheiros Francisco, Felipe e Arthur Mariano e disse que o ponto alto foi a posição da equipe entre dez seleções

São Caetano do Sul – O campeão olímpico Arthur Zanetti obteve a melhor nota da competição nas argolas (15,700) e teve a companhia de Arthur Nory Mariano, Felipe Arakawa Ferreira e Francisco Carlos Barreto para colocar o Brasil na disputa por equipes da DTB Cup, na Porsche Arena, em Stuttgart (ALE), na quarta posição (174,428 pontos), depois de Japão (181,629), Rússia (176,295) e Grã-Bretanha (175,930). Apenas quatro das dez seleções participantes foram à final deste sábado (1/12), o Brasil entre elas. Antes das desejadas férias depois de um desgastante ano olímpico, Arthur Zanetti ainda vai disputar a Copa Toyota, no Japão, dias 15 e 16.

“Fizemos a nossa parte. Acho que todos os ginastas brasileiros competiram muito bem. É claro que erramos também, mas isso é normal em competição. Gostei muito do torneio. Nós viemos aqui achando que não seria possível ir para a final e conseguimos uma vaga entre quatro equipes, o que nem era esperado. Eu gostei muito da minha apresentação no solo (14,533) nesta final e melhorei nas argolas em relação à classificatória(15,700). Gostei da minha performance no salto também, mas tive um pouco mais de desconto (15,466)“, analisou Arthur.

Questionado sobre os pontos altos e baixos da competição, Arthur repetiu que o melhor foi ter ido à final entre dez equipes. “E o ponto baixo acho que foram os erros que cometemos nas nossas apresentações. Mas é assim mesmo. Pode acontecer em competição e temos de trabalhar para corrigir os erros. Mas acho que como equipe o Brasil foi mesmo muito bem.”

O Brasil fez, pela ordem das rotações: cavalo com alça, argolas, salto, barras paralelas, barra fixa e solo. Ficou em terceiro após a primeira passagem, em segundo após as rotações 2 e 3. A partir da rotação 4, caiu para a quarta posição, em que permaneceu até o final.

O ginasta retorna ao Brasil na quarta-feira (5/12) e terá dias atarefados pela frente. Vai aos Jogos Escolares, em Cuiabá, de 6 a 8/12, e a Tóquio, para a Copa Toyota, retornando ao Brasil para participar do Prêmio Brasil Olímpico (18/12). “E depois, férias! Estou contando os dias!”, afirmou Arthur Zanetti, que não teve descanso em toda a temporada.

Arthur Zanetti é atleta da SERC e tem patrocínio de CAIXA e Sadia.