O ginasta mira o ouro que ainda não tem nas argolas na competição, mas diz que o objetivo da temporada é buscar a vaga olímpica por equipes que o Brasil nunca teve                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                            

Arthur Zanetti objetiva o inédito ouro no Pan e vaga olímpica por equipes no Mundial

Arthur Zanetti objetiva o inédito ouro no Pan e vaga olímpica por equipes no Mundial

São Caetano do Sul – O campeão olímpico Arthur Zanetti é um dos principais destaques da delegação brasileira que disputará os Jogos Pan-Americanos de Toronto, no Canadá, de 10 a 26 de julho. A Confederação Brasileira de Ginástica confirmou a delegação oficialmente nesta sexta-feira (26/6/2015). Arthur põe foco na medalha de ouro nas argolas no Pan, um título que ainda não tem apesar de ser campeão olímpico e mundial. Mas também sabe que a competição é um teste de luxo para a seleção que visa a inédita vaga olímpica para o Brasil, por equipe, em disputa no Mundial de Glasgow, na Escócia.

A seleção do Pan também terá Arthur Nory Mariano, Caio Souza, Francisco Barretto Júnior, Lucas Bitencourt – companheiro de Arthur na SERC/Agith, de São Caetano -, e Petrix Barbosa. Os ginastas embarcam neste sábado (27/62015) para uma aclimatação em Colorado Springs, nos Estados Unidos. De lá, o grupo segue diretamente para Toronto. As competições de ginástica masculina no Pan serão de 11 a 15 de julho. O 46º Mundial de Ginástica Artística de Glasgow será de 23 de outubro a 1 de novembro. “A seleção dos Estados Unidos sempre treina em Colorado. É um bom local”, diz Zanetti.

Arthur Zanetti fez as seis avaliações propostas antes de ser confirmado na seleção do Pan. “Descartei as duas piores notas dentre as seis. Fui regular nas argolas, com média 15.8 e também no solo, apesar de média menor, de 14.8. Nos saltos, não fui tão regular, mesmo assim fiquei com média 14.7. É claro que sempre tenho mais dificuldades no solo e saltos. Mas estou muito regular nas argolas. Foi bom. Estou bem e a preparação que está com foco lá no Mundial, passando pelo Pan, vem fluindo bem, do jeito que eu imaginava”, avaliou Arthur Zanetti. O ginasta disse que seu trabalho tem sido no sentido de “buscar a perfeição” no aparelho em que é especialista. “São décimos na nota que sempre podem fazer diferença.”

Este ano, disputou e venceu nas argolas três etapas da Copa do Mundo, em Cottbus (ALE), Doha (CAT) e São Paulo. O Pan não vai ser fácil, principalmente nas disputas por equipes. “Os Estados Unidos vão com o seu time principal, que é muito forte. Vamos com a melhor equipe no momento para lutar pelo melhor resultado possível.”

As competições de ginástica serão no Toronto Coliseum. “É um ginásio bom”, diz Arthur que, a convite do governo canadense foi a Toronto em janeiro para conhecer a cidade e as instalações do Pan. “Agora vai estar mais quente, um clima bom”, comenta, lembrando que enfrentou temperaturas muito abaixo de zero.

O objetivo principal do ano é conseguir ir para a final por equipes no Mundial e classificar o Brasil para os Jogos Olímpicos Rio 2016. “É trabalhar duro, precisamos conseguir a vaga. Temos que trabalhar três vezes mais, eu quero muito ter a sensação que tive em São Paulo, durante a etapa da Copa do Mundo, no Rio.”

Veja a tabela de competições do Pan no link http://www.toronto2015.org/0/gymnastics-artistic-scheduleVeja a tabela de competições do Pan.

Arthur Zanetti é atleta da SERC/Agith/São Caetano, tem patrocínio da CAIXA, Furnas e adidas e apoio da Spieth, Eurotramp, COB, CBG e Bolsa Atleta/Ministério do Esporte.

Siga Arthur Zanetti no www.facebook.com/ArthurZanettiOficial.