Ginasta campeão olímpico foi 2º no solo e nas argolas e segue agora para a última competição do ano, em Stuttgart, dia 3, uma disputa por equipes, com a seleção

São Caetano do Sul – O ginasta campeão olímpico nas argolas Arthur Zanetti encerrou neste sábado (24/11) a participação no Grand Prix Ostrava Challenge Cup, na República Checa, última etapa do ano da Copa do Mundo, com duas medalhas de prata, no solo e nas argolas. Arthur ainda terá de esperar um pouco para saber se vai terminar 2012 na liderança do ranking mundial nas argolas – briga pela posição com o grego Eleftherios Petrounias, segundo na classificação, que ficou com a medalha de ouro em Ostrava (15.850).

“Fiquei em segundo no solo (14,750) e gostei muito. Fiquei em segundo nas argolas também (15,825), mas não gostei”, diz Arthur. “Fiz a minha parte, mas acabou não dando muito certo. Não ganhei e meu objetivo era ganhar. Eu queria o ouro.” Arthur terá de aguardar a publicação do ranking oficial para conhecer a posição em que terminará o ano na classificação das argolas. “Como o grego ganhou em Ostrava, pode ser que estejamos empatados, mas não tenho certeza.” Por enquanto, o brasileiro é o primeiro, com 115 pontos, seguido por Petrounias, com 110.

“Terminar o ano em primeiro lugar dá um suporte melhor para entrar nas competições da próxima temporada como favorito, com um diferencial diante da arbitragem, faz diferença”, explica Arthur, que em 2013 vai em busca de outro título inédito: o de campeão mundial. Em 2011, o ginasta foi vice-campeão em Tóquio. Em 2009, foi 4º colocado em Londres.

“Meu objetivo com ele no ano que vem é o Mundial, que é o título que ele não tem”, adianta o técnico Marcos Goto sobre a competição, que será realizada em setembro, na Bélgica. Além disso, Arthur buscará o bicampeonato da Universíade, os Jogos Mundiais Universitários, em julho, na Rússia.

Em Ostrava, o japonês Ryuzo Sejima (14.850) foi o vencedor no solo e o grego Eleftherios Kosmidis ficou com o bronze (14.700), completando o pódio que teve Arthur Zanetti. Nas argolas, Arthur devidiu o pódio com o grego e o ucraniano Oleksandr Vorobiov (15.500), que levou o bronze.

De Ostrava, Arthur segue para Stuttgart, Alemanha, onde vai disputar a última competição do ano, dia 3 de dezembro, com a seleção brasileira, por equipes. Francisco Barreto, companheiro de Arthur na SERC, Arthur Nory Mariano (Pinheiros) e Felipe Arakawa (Mesc) também integram o time do Brasil.

Arthur Zanetti é atleta da SERC e tem patrocínio de CAIXA e Sadia.