O ginasta, campeão olímpico, mundial e pan-americano nas argolas, que não competia a 15 meses por causa da pandemia teve um bom resultado nas argolas, com nota 14.933

São Caetano do Sul – O ginasta Arthur Zanetti ganhou a medalha de prata nas argolas na Copa do Mundo de Doha, Catar, na Aspire Dome arena, do circuito da Federação Internacional de Ginástica (FIG), nesta sexta-feira (25/6), voltando a competir depois de 15 meses por causa da pandemia da COVID-19. Num dos aparelhos dos mais disputados Arthur alcançou a nota 14.933 (14.666, na qualificação), indo ao pódio com o grego Eleftherios Petrounias (15.500), que só agora garantiu sua vaga para disputar os Jogos Olímpicos de Tóquio, e o iraniano Mahdi Ahmad Kohani (14.733).

“Foi muito bom ter voltado a competir depois de tanto tempo. Tinha a esperança de competir no Pan, mas acabei ficando afastado para prevenir o meu ombro. Agora poder voltar, ter competido bem próximo das Olimpíadas, em uma competição muito forte, com todos os atletas com nota de partida muito igual e as notas finais muito altas foi muito positivo. Estou muito feliz de ter conquistado a prata e agora é reta final, é trabalhar duro para as Olimpíadas”, disse Arthur, casado com Jéssica e pai de Liam, que estão no Brasil na torcida.

Tudo mudou em março de 2020, quando a pandemia da COVID-19 foi declarada. Arthur estava em Baku, para a etapa da Copa do Mundo do Azerbaijão, e iria também para a competição seguinte do circuito da Federação Internacional de Ginástica (FIG), em Doha, no Catar. Tinha, inclusive, feito a qualificação nas argolas em Baku e iria disputar a final do aparelho quando seu colega de seleção Francisco Barreto, bateu na porta de seu quarto, no hotel, informando que arrumasse as malas porque o evento havia sido cancelado no meio e todos retornariam ao Brasil.

A partir daí não mais competiu. Tinha a intenção de disputar o Pan-Americano de Ginástica Artística, realizado no Rio há duas semanas, mas uma dor no ombro fez com que fosse poupado. Em Doha, mostrou que está em boa forma. Prefere não falar em expectativa de resultado para os Jogos Olímpicos e não se sente pressionado por ser dono de duas medalhas olímpicas, a de ouro, em Londres/2012 e de prata ganha em casa, nos Jogo do Rio/2016.

Arthur Zanetti é atleta da SERC/Agith, tem patrocínio da adidas, Loterias Caixa, Fligth Cargo, Força Aérea Brasileira (FAB) e Bolsa Atleta do Governo Federal.

Saiba mais: www.facebook.com/ArthurZanettiOficial e https://instagram.com/arthurzanetti.

Siga a Contrapé no blog contrapedejornalismo.wordpress.com, em facebook.com/contrapedejornalismo e em instagram.com/contrape_informacao