Para o ginasta, o ano do ouro olímpico termina neste sábado, em Tóquio, com a disputa nas argolas e no solo

São Caetano do Sul – O ginasta Arthur Zanetti disputa sua última competição do ano em que foi consagrado campeão olímpico nas argolas – ganhou a primeira medalha do Brasil na modalidade – neste sábado (15/12), na Copa Toyota de Ginástica, em Tóquio (JAP). Arthur vai competir no solo e nas argolas em uma programação que tem início às 3 horas (de Brasília). A Copa Toyota prossegue domingo, com a disputa de outros aparelhos.

Quando embarcou para Tóquio, na terça-feira (11/12), Arthur ainda não sabia ao certo quais seriam seus adversários. “É uma competição tradicional, bem legal, só por aparelhos e só para convidados”, disse o ginasta. “Vou disputar argolas e solo e o resultado vai ser consequência da qualidade da apresentação que eu conseguir fazer.”

O paulista Arthur, de 22 anos, que terminou o ano em segundo lugar no ranking mundial das argolas (115 pontos), não tem pretensão de resultados agora, mas o treinador Marcos Goto confia no lastro adquirido na temporada para o ginasta aguentar mais essa competição, a última do ano. “É uma competição importante, para convidados. Recebemos o convite na Europa e, apesar de todo o cansaço da temporada, que não é pequeno, decidimos aceitar. Ele ainda tem um lastro de treino de ano olímpico, que estamos segurando.”

Segundo Goto, o “País está prestigiado”. “O Brasil teve visibilidade na ginástica este ano e vai ser a sede da próxima Olimpíada. É por isso, mas pelos resultados também. Estamos mostrando evolução e o mundo vê isso. Trabalhamos e lutamos para isso”, disse o treinador.

Arthur e Goto têm férias marcadas para depois da Copa Toyota. “Acabou a competição, eu digo: ‘Estamos em férias’”, finalizou Goto.

Arthur Zanetti é atleta da SERC e tem patrocínio de CAIXA e Sadia.