Na DTB-Pokal, em Stuttgart, o ginasta foi o primeiro colocado nas argolas, segundo no salto e terceiro no solo; seleção melhora resultado em relação a 2016

FIG AG World Championships 2015 | BRAZIL TEAM | MAG Podium Training | Photo: RicardoBufolin/CBG

São Caetano do Sul – O ginasta Arthur Zanetti, campeão olímpico, mundial e pan-americano, teve um excelente início de temporada com a seleção brasileira no EnBW DTB-Pokal Team Challenge, em Stuttgart, Alemanha. Arthur, que já havia tido uma boa performance na qualificatória, somou pontos importantes para a seleção nas finais deste domingo (18/3/2018) e o Brasil ficou com a medalha de prata (165.929), atrás da Rússia (166.295) e na frente do Japão (165.396). A seleção brasileira cumpriu o objetivo de ir ao pódio e melhorar o resultado de 2016, quando foi terceira colocada em Stuttgart.

Arthur foi o primeiro colocado de toda a competição nas argolas (15.166, com 15.250, na qualificação), o segundo no salto (14.466) e o terceiro no solo (14.333).Francisco Barretto também foi destaque da seleção. Obteve a melhor nota na barra fixa (14.166) e a quarta no cavalo com alças (13.433). O melhor resultado de Péricles da Silva foi quinto lugar nas paralelas e de Luís Porto o quarto no solo (14.300).

“Gostei muito da minha competição. Foi demais, demais… uma das melhores que fiz na minha vida disputando os três aparelhos. Fui bem, tanto na qualificatória quanto na final. Na decisão, ainda consegui superar as minhas notas no solo e no salto. Nas argolas, a nota da final foi um pouco mais baixa em relação a da classificação, mas achei a série boa e gostei. Estou muito feliz com minhas apresentações no solo e no salto, principalmente. O Brasil também foi muito bem, competiu como equipe, com cada um fazendo sua parte. Conseguimos um segundo lugar no pódio bem importante”, resumiu Arthur Zanetti.

Na volta da Alemanha, Arthur Zanetti retomará os treinos em seu clube, a SERC/Santa Maria, em São Caetano do Sul. A competição integrou a programação do técnico Marcos Goto, coordenador de seleções do Brasil e treinador de Arthur Zanetti, para o principal compromisso da ginástica artística em 2018, o Mundial de Doha (CAT), de 25 de outubro a 3 de novembro.

O Mundial será a primeira competição qualificatória para os Jogos Olímpicos – as três primeiras equipes garantem vagas em Tóquio, em 2020. A qualificação segue em 2019 e o objetivo é assegurar a presença da ginástica artística do Brasil, com equipes completas, masculina e feminina, na Olimpíada.

Arthur Zanetti é atleta da SERC/São Caetano, tem patrocínio da adidas, Caixa, FAB e Bolsa Atleta/Ministério do Esporte e apoio da Spieth e Eurotramp.