O campeão olímpico e mundial segue invicto na temporada para o Mundial de Nanning, na China; também fez bonito no segundo aparelho que vem treinando para ajudar o Brasil                                                                                                                                                                                                                               

Arthur Zanetti ganha ouro nas argolas e bronze no solo no Pré-Pan de Mississauga (CAN)

Arthur Zanetti ganha ouro nas argolas e bronze no solo no Pré-Pan de Mississauga, Canadá; agora o desafio será o Mundial de Nanning (CHI)

São Caetano do Sul – O ginasta Arthur Zanetti, campeão olímpico e mundial, voltou a vencer nas argolas. Com nota 15.800, Arthur ficou com o título no aparelho neste domingo (31/8), no Pan-Americano de Ginástica Artística de Mississauga, em Ontário, no Canadá. A medalha de prata ficou com o norte-americano Brandon Wynn (15.450) e a de bronze com o chileno Juan Raffo (15.200). Arthur Zanetti ganhou uma segunda medalha neste Pré-Pan, o bronze, nas competições de solo, com 15.075. O ouro foi para o chileno Tomas Gonzalez (15.700) e a prata para Diego Hypólito (15.625), do Brasil.

“Acho até que fiquei mais feliz com minha apresentação no solo porque foi o pódio mais inesperado e com uma nota boa. Nas argolas, já era mesmo o meu objetivo ter um resultado legal. Também testei a série nova no solo e deu certo. Então, gostei muito da competição, um pouco desorganizada, mas boa”, disse Arthur Zanetti.

Arthur ainda ajudou a classificar a seleção brasileira para os Jogos Pan-Americanos de Toronto, em 2015. Na sexta-feira, Arthur tirou 15.950 nas argolas, primeiro brasileiro, e 15.000 no solo, segundo da seleção. O Brasil ficou com a medalha de bronze. “Estava um pouco mais cansado da competição por equipes então a série da final nas argolas não foi tão boa quanto a do primeiro dia. Mas, mesmo assim, a nota foi suficiente para eu levar o ouro”, comentou Arthur.

O Pré-Pan ainda terá competições nesta segunda-feira (1/9) e o grupo do Brasil só deixará o Canadá na terça-feira (2/9). No retorno, o tempo será curto para Arthur Zanetti, que embarca para o Japão no dia 12 para o período de aclimatação que antecede o Mundial de Nanning, na China, de 3 a 13 de outubro. “Nesse tempo que resta, o momento é de fixar a série que estamos trabalhando para tirar a melhor nota possível e, com isso, conseguir ajudar a equipe e também defender o meu título”, acentuou.

O Mundial é o principal desafio do ano de Arthur. “Mas não quero ir para lá pensando em favoritismo”, disse Zanetti. O ginasta garantiu que não se sente favorito, apesar de estar invicto nas argolas desde o início de 2013. “Eu nunca me considero favorito. Nem em Regionais, Estaduais, Brasileiros… E ainda mais em competições internacionais. Na hora, não há favoritos, os oito podem vencer. Entro para fazer o meu melhor e sair satisfeito com a minha série.”

Arthur Zanetti é atleta da SERC/Agith/São Caetano, tem patrocínio da Sadia, Furnas, adidas e CAIXA e apoio da Spieth, Eurotramp, COB, CBG e Bolsa Atleta/Ministério do Esporte.

Siga Arthur Zanetti no www.facebook.com/ArthurZanettiOficial e no site http://www.arthurzanetti.com.br/