O principal ginasta do País se reencontra com o público depois da classificação da equipe masculina para os Jogos Olímpicos do Rio e se apresenta em Belo Horizonte pela primeira vez

Arthur Zanetti: primeira competição após o Mundial

Arthur Zanetti disputa a primeira competição após o Mundial

São Caetano – O ginasta Arthur Zanetti volta a se apresentar no Brasil após o Mundial de Glasgow, na Escócia, em outubro, em que ajudou a equipe masculina a conquistar a inédita vaga olímpica nos Jogos do Rio. Arthur embarcou nesta terça-feira (17/11/2015) para Belo Horizonte (MG), acompanhado dos colegas de clube, a SERC/Agith, de São Caetano, para disputar o Campeonato Brasileiro de Clubes de Ginástica Artística, no Minas Tênis Clube. Também competirão pela equipe Gabriel Farias, Henrique Flores, Hudson Miguel e Lucas Bitencourt, comandados pelo técnico Marcos Goto.

Os treinos de pódio serão nesta quarta-feira (18/11). A competição começa na quinta-feira (19/11) e prossegue até domingo (22/11), com a disputa por aparelhos e a terceira etapa do Circuito Caixa. Serão 70 atletas de diversos clubes brigando pelos títulos por equipe, individual geral e por aparelhos, no masculino e feminino. “Sempre é muito bom competir em casa, mostrar a ginástica para o público brasileiro”, diz Arthur Zanetti, que nunca competiu em Belo Horizonte. “Vai ser a primeira vez e estou com uma expectativa muito boa em relação ao público mineiro.”

“É uma competição um pouco mais tranquila, mas é a principal competição de clubes do País. Temos de representar bem o nosso clube, a cidade de São Caetano e, ao mesmo tempo, estamos desgastados pelo fato de estarmos no final do ano, da temporada. Será preciso tomar cuidado e competir bem”, disse Arthur. O ginasta não sabe ao certo quem serão seus adversários. “Vamos tentar brigar por um pódio e, teoricamente, São Caetano, Pinheiros e São Bernardo, com a equipe completa, e talvez o Minas Tênis, serão as equipes principais.” Nos aparelhos, “cada um vai querer buscar resultado”. Arthur fará solo, salto e argolas, sua especialidade.

“O Arthur vai fazer as séries dele, que preparamos para a temporada, mas, individualmente, não temos como cobrar muito dele e do Lucas Bitencourt, que competiram o ano todo com a seleção brasileira. A cobrança será maior em cima dos outros ginastas”, disse o técnico Marcos Goto, que trabalha com Arthur Zanetti desde que o ginasta era criança. Marcos observa que a SERC/Agith, de São Caetano, não é considerada favorita por não ter ginastas em todos os aparelhos – no Brasileiro são cinco os ginastas por equipe. “Nossa expectativa é competir bem e brigar por pódios.”

Arthur Zanetti é atleta da SERC/Agith/São Caetano, tem patrocínio da Caixa, Bergamini, Embratel Claro e adidas e apoio de Furnas, Ibramed, Spieth, Eurotramp, COB, CBG e Bolsa Atleta/Ministério do Esporte.