O campeão olímpico e mundial das argolas vai se apresentar pelo ouro inédito na competição das Américas, mas sabe que terá adversários duros no caminho: ‘Vou focar em fazer a minha parte’                                                                                                                                                                                                                                                                                                                     

Arthur Zanetti já tem a prata pan-americana conquistada em Guadalajara

Arthur Zanetti já tem a prata pan-americana conquistada em Guadalajara

São Caetano – Arthur Zanetti assumiu o seu papel de líder na disputa das medalhas por equipe, empurrando o Brasil até o pódio e a medalha de prata no primeiro dia de competições da ginástica artística nos Jogos Pan-Americanos de Toronto (CAN). Agora, chegou o momento de brigar por resultado individual nas argolas, se possível pelo ouro que ainda não tem e com qual sonha o campeão olímpico e mundial. A final do aparelho será disputada nesta terça-feira (14/7/2015), a partir das 16h35 (com transmissão da TV Record e do SporTV). Em Guadalajara/2011, o brasileiro ficou com a medalha de prata nas argolas (15.600).

No Toronto Coliseum, Arthur Zanetti obteve a melhor nota na classificação das argolas – 15.800 – exibindo a mesma série que apresentou na etapa de São Paulo da Copa do Mundo (na competição ficou com o ouro, assim como nas etapas de Cottbus, Alemanha, e Doha, Catar). Os oito classificados e as notas: Arthur Zanetti, Brasil (15.800), Donnell Whttenburg, Estados Unidos (15.450), Manrique Larduet, Cuba (15.400), Tommy Ramos Nin, Porto Rico (15.400), Federico Molinari, Argentina (15.150), Alexis Torres, Porto Rico (15.050), Didier Lugo Sichaca, Colômbia (15.050) e Kevin Lytwyn, Canadá (15.000). “Eu não vou esconder que eu quero esse ouro. Mas a qualificação mostra que os adversários são fortes. Tem o americano, o cubano e os ginastas de Porto Rico. Todos podem pegar medalhas. Vou focar em fazer a minha parte, em fazer o meu melhor”, disse Arthur.

Assim como Arthur outros brasileiros disputam medalhas por aparelhos, tanto na ginástica masculina como na feminina <i>(ver programa do dia)</i), incluindo o seu companheiro de treinos na SERC/Agith, de São Caetano, Lucas Bitencourt. Ambos são treinados pelo técnico Marcos Goto, do clube e da seleção brasileira.

Para Arthur o Pan é também a última competição antes do 46º Mundial de Ginástica Artística de Glasgow, Escócia, de 23 de outubro a 1 de novembro. Arthur tem três medalhas ganhas em Mundiais, o ouro de Antuérpia/2013, e as pratas conquistadas em Nanning/2014 e Japão/2011. Mas desta vez também estará em disputa a vaga olímpica por equipes – o Brasil precisa terminar entre os oito primeiros para assegurar presença no Rio com o time inteiro. “Eu quero essa medalha no Pan, mas estamos focados também no que temos de fazer na preparação até o Mundial.”

O Brasil no Pan
Finais por aparelhos, terça-feira (14/7/2015) 
14h35: Solo – Arthur Nory
14h35: Cavalo com alças – Francisco Barretto e Lucas Bitencourt
14h35: Salto – Daniele Hypolito
16h35: Argolas – Arthur Zanetti
16h35: Barras assimétricas

Arthur Zanetti é atleta da SERC/Agith/São Caetano, tem patrocínio da CAIXA, Furnas e adidas e apoio da Spieth, Eurotramp, COB, CBG e Bolsa Atleta/Ministério do Esporte.