Em Cochabamba, a seleção foi campeã por equipe; agora o desafio do campeão olímpico é a disputa da final nas argolas e no salto, na terça e na quarta-feira (29 e 30/5/2018)

_OSF8278 (2300x1527)

São Caetano do Sul – O ginasta Arthur Zanetti, campeão olímpico e mundial, disputa duas finais individuais nos Jogos Sul-Americanos de Cochabamba (BOL) – faz argolas, nesta terça-feira (29/5/2018), e salto nesta quarta (30/5). A seleção nacional abriu a competição de ginástica artística, no domingo (27/5), com uma medalha de ouro por equipe: Brasil (326.700), Colômbia (323.150) e Argentina (311.200).

“Competi solo, salto e argolas na disputa por equipes. Não gostei da minha apresentação do solo – errei na diagonal que eu tenho mais dificuldade. Mas consegui pegar final nas argolas em primeiro na qualificação, com 14.600, e no salto (14.200, de média). A equipe foi muito bem. O objetivo, no primeiro dia de competições, que era conseguir um resultado por equipe e se preparar para o Mundial, foi alcançado. Mesmo com as dificuldades provocadas pela altitude e pelos aparelhos, todo mundo fez sua parte e conseguimos o ouro para o Brasil. Todos estão felizes pelo resultado e eu também, por ter contribuído e por fazer parte dessa equipe”, resumiu Arthur.

O Mundial deste ano será em Doha, no Catar, de 25 de outubro a 3 de novembro, e todas as competições realizadas até lá são preparatórias.

Arthur Zanetti é atleta da SERC/São Caetano, tem patrocínio da adidas, Caixa, FAB e Bolsa Atleta/Ministério do Esporte e apoio da Spieth e Eurotramp.

Saiba mais: www.facebook.com/ArthurZanettiOficial e https://instagram.com/arthurzanetti.